ViaOnda anuncia novos leitor e tag feitos no Brasil

Os novos produtos devem ser apresentados durante a realização do RFID Journal LIVE!, em Orlando, entre os dias 28 e 30 de abril

Edson Perin

A empresa brasileira ViaOnda, de Limeira (SP), acaba de anunciar o lançamento de um leitor portátil e de uma nova tag desenvolvidos e fabricados no Brasil pela própria companhia. O MIDH2 é um leitor portátil de identificação por radiofrequência (RFID) UHF que permite a leitura e gravação de tags nas faixas estabelecidas pela Anatel, de 902 a 907Mhz e de 915,1 a 928Mhz.

O equipamento vem com uma antena interna, realiza leituras a uma distância média de oito metros, segundo a fabricante, e utiliza circuito integrado da Impinj. O leitor está sendo produzido pela ViaOnda em Limeira, na sede da companhia. O pedido de patente no Brasil está em andamento.

Rafael Stephan Marchi

Está nos planos da companhia lançar o novo dispositivo portátil no RFID Journal LIVE! que será realizado entre os dias 28 e 30 de abril, em Orlando, nos Estados Unidos. Sem nenhum financiamento público, “o projeto foi realizado depois de pesquisas e contatos com clientes interessados em adquirir um equipamento com maior desempenho de leitura com menor custo”, disse Rafael Stephan Marchi, CEO da ViaOnda.

“O aparelho recebeu investimentos de pesquisa e prototipação totalmente interno, não houve apoio externo”, completou Marchi, afirmando que a meta de produção gira entre 100 e 200 unidades por mês, com valor previsto para venda ao cliente final de R$ 5.900,00.

“O novo leitor pode ser utilizado tanto no varejo como na manufatura, combinado ao app desenvolvido pela ViaOnda”, de acordo com Marchi, “pois possui versatilidade e aplicabilidade em todas as áreas”. A estimativa de vendas para o primeiro ano é de 500 unidades, até dezembro de 2020, e dois protótipos estão em operação com dois parceiros de integração da ViaOnda, nos estados de São Paulo e Santa Catarina.

Já a nova tag projetada, desenhada e será produzida pela ViaOnda, também em Limeira. O projeto foi realizado depois de pesquisas e contatos com clientes por uma solução utilizando RFID que permitisse o acionamento pelo campo de RF, permitindo a identificação de caixas de produtos para separação e expedição. Os investimentos de pesquisa e prototipação também foram totalmente realizados com capital próprio da ViaOnda e o pedido de patente no Brasil também está em andamento.

ViaOnda MIDH2: leitor portátil

A previsão é de que a BAP – a nova tag RFID UHF da ViaOnda, com indicador luminoso, que permite que seja acionada individualmente – também seja lançada no RFID Journal LIVE! em Orlando. A produção dependerá da demanda, mas a estimativa é de que sejam geradas 5.000 unidades por mês. Ainda não foi definido o valor de venda, mas a previsão é de que custe entre R$ 16,00 e R$ 25,00, por ser uma tag semiativa com potencial para acionar outros dispositivos. Marchi diz que, “a princípio, a tag se destina à indústria, mas pode ser utilizada tanto no varejo quando na manufatura, dependendo apenas do objetivo dos clientes”.

A previsão de vendas é de 30.000 unidades até o final de 2020. O protótipo já foi testado em laboratório e em campo, e será colocado em teste operacional até o final do mês em um cliente de grande porte em Piracicaba, do ramo de tratores.

- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui