Viajantes já podem usar Alipay na China

O aplicativo instalado no telefone permite também aos estrangeiros realizar compras sem ter de carregar dinheiro de papel ou moedas

IoP Journal

Viajantes pela China já podem utilizar uma versão do aplicativo Alipay para pagar por produtos e serviços usando QR Codes, de acordo com um comunicado divulgado pela empresa Ant Financial. Os viajantes podem usar o programa “Tour Pass” da Alipay, que permite usar um serviço de cartão pré-pago do Banco de Xangai. Assim, os visitantes põem créditos em yuan chinês num cartão virtual, acionável pelo smartphone, por meio de seu cartão de crédito ou débito.

Os pagamentos digitais na China são dominados pelas carteiras móveis Alipay e WeChat Pay (leia mais em China usa apps em lugar de dinheiro). Até agora, os visitantes não podiam usar esses sistemas, que normalmente exigem um número de telefone local e uma conta bancária chinesa.

A Alipay realizou cerca de US$ 3,8 trilhões em transações no quarto trimestre de 2018, segundo a China Internet Watch, em comparação com os US$ 2,7 trilhões do WeChat Pay, da Tencent. À medida que o turismo e as viagens de negócios crescem na China, o WeChat Pay e o serviço de cartões UnionPay podem sofrer pressão para oferecer um programa semelhante.

Uso de app ajuda a combater falsificação do yuan, a moeda local da China (clique aqui e leia mais)

Mais de 30 milhões de visitantes internacionais foram para a China em 2018, um aumento de 4,7% em relação ao ano anterior, de acordo com um comunicado da Ant Financial, citando dados do governo. Os turistas gastaram US$ 73,1 bilhões no país no ano passado.

A Ant Financial é uma afiliada da Alibaba. A empresa reestruturou recentemente seu relacionamento com a Alibaba, participando com 33% da Ant, de acordo com o Financial Times. A mudança pode abrir caminho para um IPO da Ant Financial.

“Os concorrentes da Alipay, incluindo WeChat Pay e UnionPay, podem sentir mais pressão após essa mudança. Mas essas empresas também podem agir rapidamente para oferecer serviços semelhantes aos estrangeiros, de modo que a situação da Alipay em liderar o atendimento a visitantes estrangeiros não duraria tanto tempo”, diz Shen Meng, diretor da Chanson & Co., empresa investimento de Pequim. “O lançamento deste novo serviço melhorará a experiência de visitantes estrangeiros na China, pois o aplicativo pode ser usado em muitos cenários”.

O aplicativo móvel Alipay para usuários internacionais vem com algumas restrições. A recarga mínima para cada cartão pré-pago é de 100 yuans (14 dólares), com um máximo de 2.000 yuans (285 dólares). O cartão é válido por 90 dias, após o qual os fundos restantes são reembolsados.

O acesso estrangeiro à Alipay, por mais limitado que seja, pode abalar a dinâmica competitiva da Visa e da Mastercard, as gigantes da rede de cartões dos EUA que há muito tempo são evitadas pelo governo chinês. Se turistas e viajantes de negócios puderem acessar os onipresentes terminais Alipay como se fossem locais, isso reduzirá a lógica da Visa e da Mastercard de pressionar por uma aceitação mais ampla de cartões de pagamento internacionais em nome de seus clientes.

- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui