Sincpress apresenta benefícios das embalagens inteligentes

O centro de excelência mostrou como as soluções podem proteger marcas, minimizar impacto ambiental e melhorar a experiência do consumidor

Edson Perin

Melhorar a experiência dos consumidores está entre as possibilidades das embalagens inteligentes que já estão chegando ao mercado. A mensagem fez parte da apresentação de Daniel Fontolan, executivo que palestrou sobre Smart Packaging (embalagens inteligentes) pelo Sincpress, centro de excelência do FIT, pertencente ao Grupo Flex, durante o evento de lançamento oficial do IoP Journal, no Museu da Imagem e do Som (MIS) – clique aqui e saiba mais sobre o evento.

O Sincpress, de acordo com Fontolan, “nasceu com o desafio de habilitar o que há de mais avançado em tecnologias para o desenvolvimento de Smart Packaging para aumentar a proposta de valor das embalagens, oferecer proteção do produto e da marca, incrementar a experiência do consumidor e minimizar impactos ambientais”.

Daniel Fontolan, do Sincpress, em sua apresentação no lançamento do IoP Journal

Para isto, a companhia, que integra o complexo da Flex, em Sorocaba (SP), construiu uma estrutura, inaugurada em agosto de 2019, que agrega demonstração, treinamento e desenvolvimento de embalagens inteligentes.

O Sincpress possui, dentre muitas outras áreas, a de demonstração de cases de Smart Packaging, como o famoso caso de sucesso do Café Pelé, que utilizou impressoras digitais da HP para fabricar embalagens com as notícias do dia de um conhecido jornal, embalar e disponibilizar o produto no ponto de venda, com o intuito de demonstrar o frescor do café. Isso revelou uma parte do potencial das embalagens do futuro, trazendo um novo leque de opções de ações de marketing, baseado nas tecnologias de impressão digital.

“O mercado de embalagens inteligentes está em crescimento e irá alcançar US$ 52 bilhões, em 2025, de acordo com a Accuray Research”, disse Fontolan. “Dentre os fatores para isto está a identidade única habilitada pela impressão digital, muitas vezes combinada com a Internet das Coisas (IoT, do inglês, Internet of Things)”.

Fontolan acrescentou que “Active & Intelligent Packaging, conhecidos como Smart Packaging, são o modelo mais disruptivo desenvolvido para mudar a maneira como fornecedores e consumidores veem e usam as embalagens”, argumentando que a inovação passou a ser o fator-chave para o sucesso, devido às novas exigências de agilidade para atuação no mercado consumidor, que evolui rapidamente e busca maior valor agregado, incluindo personalização de produtos.

Plateia do evento

Algumas das tecnologias apontadas como habilitadoras de Smart Packaging, na apresentação de Fontolan, foram QR Code e QR Forensic para serialização e criação de camada de segurança extra; e Watermark, com códigos invisíveis espalhados pela imagem de rótulos.

Outra tecnologia envolve Pigmentos e Tintas invisíveis e inteligentes, que sofrem alterações sob exposição a diferentes tipos de gases ou raios UV; Realidade Aumentada, que favorece a Interatividade do consumidor com o produto; Sensores e Eletrônica Impressa para controle de umidade e temperatura; RFID, incluindo NFC (Near Field Communication), para identificação, rastreamento e prova de autenticidade; entre outras.

- PUBLICIDADE -

1 COMENTÁRIO

  1. […] Algumas embalagens de produtos já utilizam este mesmo processo de impressão para fazer com que o cliente tenha uma experiência avançada e mesmo um relacionamento mais próximo com o seu fabricante. Alguns destes exemplos foram apresentados pelo executivo Daniel Fontolan, do Sincpress, durante o evento ABRFID: Identificar, Rastrear, Emocionar e Lucrar (leia mais em Sincpress apresenta benefícios das embalagens inteligentes). […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui