Troféu ABRFID 2019 oferece experiência exclusiva

Entregue aos ganhadores do Prêmio IoT RFID, a estatueta feita em impressoras 3D da HP conta com tecnologia de marca d’água, que leva a uma página online

Edson Perin

Os troféus ABRFID, da Associação Brasileira da Indústria de Identificação por Radiofrequência, deste ano oferecem uma experiência adicionada ao observador que utilizar o app Link Reader, da HP, instalado em seu smartphone. Entregue aos ganhadores do Prêmio IoT RFID 2019, a estatueta feita em impressoras 3D conta ainda com uma marca d’água, impressa digitalmente, que leva a uma página online com informações sobre os ganhadores e o prêmio.

Troféu da ABRFID, com tecnologia de ponta: impressões 3D e digital, com marca d’água que conecta observador a uma página da internet, por meio de um smartphone com o app Link Reader, da HP

O Sincpress realizou o desenvolvimento gráfico e a produção dos troféus deste ano. As estatuetas foram fabricadas em impressoras 3D da HP e ganharam um selo adesivado impresso digitalmente por meio da tecnologia Link, também da HP. O resultado é uma marca d’água, invisível aos olhos humanos, que pode ser reconhecida somente pelo aplicativo instalado em um smartphone ou tablet ou computador pessoal com câmera.

Após a leitura da etiqueta impressa no troféu, o observador da obra de arte impressa em plástico resistente consegue obter informações adicionais sobre o prêmio e seus ganhadores. Uma versão neutra da estatueta, somente com o nome “Prêmio IoT RFID 2019” foi impressa especialmente para o IoP Journal (veja as fotos), para demonstrar o funcionamento da etiqueta e seu potencial de inovação.

Algumas embalagens de produtos já utilizam este mesmo processo de impressão para fazer com que o cliente tenha uma experiência avançada e mesmo um relacionamento mais próximo com o seu fabricante. Alguns destes exemplos foram apresentados pelo executivo Daniel Fontolan, do Sincpress, durante o evento ABRFID: Identificar, Rastrear, Emocionar e Lucrar (leia mais em Sincpress apresenta benefícios das embalagens inteligentes).

A base da estatueta mostra o logo da associação ABRFID

Mais sobre o prêmio e o evento

Patrocinado por três das empresas associadas à Associação Brasileira da Indústria de Identificação por Radiofrequência (ABRFID), Avery Dennison, SmartX Tags e Sincpress, o evento de congresso e premiação da ABRFID reuniu mais de 150 pessoas no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo (SP), na quinta-feira, dia 17 de outubro de 2019.

Ao todo foram quatro horas incluindo congresso, o lançamento oficial do IoP Journal e mais a entrega do Prêmio IoT RFID 2019, concedido aos melhores cases de 2018 e 2019 publicados pelo RFID Journal Brasil, agora incluído no conteúdo do IoP Journal, e ainda às categorias Melhor da Academia, à Prof. Dra. Renata Rampim, e Personalidade do Ano, para Júlio Semeghini, secretário-executivo do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCITC). O prêmio de Semeghini, que não pode comparecer, foi entregue ao assessor especial da secretaria executiva do MCTIC, Sr. Maximiliano Martinhão.

Visto por trás, sem perder o charme, com as letras AB, iniciais da ABRFID

Produzido pela Netpress e com o apoio do IoP Journal, o evento atraiu empresas e profissionais do setor de identificação por radiofrequência (RFID) e outras tecnologias relacionadas à identificação, rastreamento, garantia de autenticidade e melhoria da experiência do consumidor; empresas usuárias das tecnologias; empresas interessadas em investir em tecnologias para aprimorar seus produtos; universitários e representantes de outras associações.

O prêmio Melhor da Academia foi entregue pelo diretor de tecnologia da ABRFID, Bruno de Souza. Cada diretor da ABRFID entregou um prêmio de cada categoria. O diretor para assuntos institucionais, Pedro Mucilo, entregou o prêmio da categoria Indústria e Comércio 4.0 ao CEO da iTag, Sérgio Gambim, pelo caso de sucesso Lojão do Brás.

A diretora de marketing Glaucia Gomes entregou o prêmio da categoria Experiência do Cliente 4.0, para Luciana Cabrini, CEO da Activa-ID, pelo caso de sucesso Confra Lover’s. Roger Davanso, presidente da ABRFID, entregou o prêmio da categoria Inovação 4.0 ao executivo Paulo Jarbas, da Impinj do Brasil, pelo caso de sucesso do Instituto Eldorado, de Campinas (SP).

O evento contou com palestras de peso, começando pela apresentação de Antonio Almeida, CEO da Brascol, um dos casos pioneiros e considerado o segundo maior do mundo há três anos, pelo editor Mark Roberti, do RFID Journal. Em seguida, Pedro Moreira, da SmartX, apresentou uma prévia do caso de sucesso da Havan, que logo depois foi apresentado com detalhes por Alexsandro Eloi Venancio, responsável pelo projeto na companhia de varejo e pelo Havan Labs.

Detalhe da etiqueta onde está impressa digitalmente a marca d’água: invisível aos olhos humanos

Para falar sobre como salvar vidas com RFID, Jean Baracat foi o palestrante que explicou a solução premiada do Instituto Eldorado. E para explicar sobre como criar uma empresa de logística com faturamento de mais de R$ 1 bilhão com base em tecnologias de ponta, Vladimir Sanchez, sócio da GSM Log, apresentou seu caso de sucesso.

Maicon Oliveira, da Avery Dennison, apresentou implantações exemplares de sua companhia, como o da Delta Airlines, que colocou tags RFID nas bagagens e, além de eliminar os extravios, conseguiu reduzir o tempo de várias etapas de seus processos, reduzindo atrasos e, consequentemente, custos.

A melhoria da experiência do cliente de modo exclusivo e impactante pela loja autônoma Zaitt foi o tema de Roberto Passos, sócio da companhia que agora tem acordo com o Carrefour para criar novas lojas com o mesmo perfil.

O Sincpress trouxe força ao tema das embalagens inteligentes (smart packaging), com Daniel Fontolan, que abordou as iniciativas que a companhia está realizando para educar profissionais e desenvolver soluções de mercado para uma nova realidade e que está abrindo uma nova oferta de produtos por empresas fabricantes e criando um novo canal de relacionamento com os consumidores, que agora podem saber a autenticidade dos produtos e conquistar experiências agradáveis e sustentáveis.

Troféu do Prêmio IoT RFID, da ABRFID: cobiçado pela importância e, agora, pela beleza e também tecnologia

Pela GS1 Brasil, o diretor Roberto Matsubayashi deu uma verdadeira aula sobre os ganhos que as embalagens dos produtos e as companhias que os fabricam e os distribuem têm graças ao uso combinado de tecnologias como RFID, códigos de barras, QR Codes e outras tantas que facilitam a identificação, o rastreamento, a autenticação de produtos e a melhoria da experiência dos clientes.

Os casos de sucesso mencionados nesta reportagem serão narrados aqui no IoP Journal nas próximas semanas. Acompanhe nossas coberturas e atualizações diárias.

- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui