Empresas pretendem criar tags IoT de baixo custo

Dois membros da AIPIA e as empresas provedoras de tecnologia Evrythng e Wiliot estão na liderança da iniciativa

IoP Journal

Dois membros da Active & Intelligent Packaging Industry Association (AIPIA) e as empresas provedoras de tecnologia Evrythng e Wiliot anunciaram uma parceria para desenvolver tags de baixo custo para aplicações de Internet das Coisas (IoT).

A tecnologia da Wiliot utiliza a energia das ondas de rádio disponíveis no ar para alimentar pequenos sensores Bluetooth em uma etiqueta adesiva e, assim, permitir aos consumidores interagir com os produtos. Em outras palavras, o chip da Wiliot colhe energia do ambiente (em inglês, esta tecnologia é conhecida como energy harvesting) e, por isso, não precisa de baterias.

Juntamente com seus parceiros, a Wiliot está usando técnicas eletrônicas impressas para agrupar esse chip e sensores em etiquetas ou tags seguras, inteligentes e de baixo custo. Como os aparelhos e sensores de IoT são, na realidade, pequenos computadores, estes dispositivos precisam de uma fonte constante de energia para funcionar e se comunicar com a Internet. Portanto, isto significa que muitos casos de uso são desafiantes ​​no mundo real, explica Dominique Guinard, cofundador da Evrythng.

Como as tags da Wiliot reciclam as ondas de rádio (especificamente bandas Wi-Fi e de telefones celulares), essa energia é suficiente para não apenas alimentar o chip e os sensores, mas também para se comunicar com qualquer parte da infraestrutura que suporte Bluetooth, permitindo que sejam usados para interações com produtos.

A coleta de energia não é totalmente nova no mundo da IoT. Porém, o baixo custo de entrada e o formato pequeno oferecido pela Wiliot tornam sua tag mais próxima de um dispositivo completo. Embora as etiquetas RFID UHF, de identificação por radiofrequência, também sejam de baixo custo, há uma diferença importante entre as duas tecnologias.

A RFID UHF requer um investimento significativamente alto em leitores dedicados para se adequar à cobertura necessária. Já as tags desenvolvidas pela Wiliot aproveitam a infraestrutura existente para colher energia, comunicar e compartilhar dados de volta à nuvem.

A Evrythng Product Cloud permite que as marcas de produtos de consumo digitalizem recursos em escala global e apliquem a inteligência de dados durante todo o ciclo de vida do produto, permitindo que a tecnologia da Wiliot seja dimensionada para IoT. “É realmente uma combinação poderosa”, afirmam as empresas.

Pela parceria, a Evrythng ajudará a Wiliot a transformar suas tags em identidades padrão GS1 Digital Link, permitindo que se tornem reconhecíveis internacionalmente pela Internet, telefones celulares e outros dispositivos, como aparelhos para pontos de venda. Isso torna a digitalização do produto acessível a marcas em todos os setores e em todo o mundo.

Assim, as companhias poderão transmitir dados avançados de sensoriamento e localização coletados pelas tags Wiliot para a Evrythng Product Cloud. E, deste modo, terão acesso a análises poderosas de negócios.

- PUBLICIDADE -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here