IoT na agricultura: da precisão ao monitoramento de drones

A Internet das Coisas (IoT) oferece um controle sem precedentes das áreas de plantação aos agricultores

Swamini Kulkarni

A Internet das Coisas (IoT) tem o potencial de transformar a maneira como vivemos e perturbar todos os setores, oferecendo monitoramento em tempo real e a capacidade de controlar dispositivos remotamente. Vivemos em um mundo no qual os sapatos são inteligentes e as compras de supermercado podem ser realizadas apenas conversando, portanto, não é nenhuma surpresa que os dispositivos IoT tenham entrado no mundo agrícola e oferecido uma maneira mais inteligente de gerenciar o gado e monitorar o crescimento da safra.

A população mundial está crescendo e não mostra sinais de desaceleração. Como o número de bocas para alimentar é cada vez maior, a adoção da IoT na agricultura é a solução mais lógica para atender a demanda. Durante anos, a agricultura foi associada a trabalho duro e total confiabilidade do clima e de outros parâmetros incontroláveis. Ao longo dos últimos anos, o setor se tornou mais inteligente e mais voltado para a tecnologia. O advento dos drones na agricultura e a crescente popularidade da agricultura inteligente são alguns exemplos. De acordo com a Allied Market Research, a IoT global no mercado agrícola deve chegar a US$ 48,71 bilhões até 2025, registrando um CAGR de 14,7% de 2018 a 2025.

Swamini Kulkarni

Aplicação da IoT na Agricultura

Agricultura de precisão: a agricultura de precisão habilitada para IoT rapidamente ganhou popularidade, oferecendo várias ferramentas aos agricultores para otimizar todas as tarefas agrícolas. Esses processos estão focados na criação de gado e no cultivo da safra, melhorando a lucratividade ao reduzir os insumos tradicionais, como água, fertilizantes, herbicidas e inseticidas.

A agricultura de precisão emprega tecnologias de ponta, como sensores inteligentes, veículos automatizados, robótica e sistemas de controle para usar menos e crescer mais. Por exemplo, dispositivos GPS instalados em tratores auxiliam os agricultores no plantio de safras em um padrão mais benéfico e no uso de cada espaço entre seus campos, o que economiza tempo e combustível. Além disso, sensores inteligentes instalados em campos coletam dados valiosos sobre solo, clima, pragas e condições de hidratação, e essas informações podem ser analisadas em uma plataforma centralizada para tomar decisões agrícolas inteligentes e informadas.

Além do mais, a agricultura de precisão envolve lasers controlados por IoT para ligar e desligar a água, a fim de minimizar o desperdício de água. Este método é realmente uma benção para a agricultura, pois permite que as empresas usem os recursos com sabedoria e tornem a agricultura mais sustentável e lucrativa.

Monitoramento de drones: um drone agrícola é um exemplo amplamente usado de IoT na agricultura. Os drones não estão mais limitados a entregas militares e de última milha; atualmente, a agricultura é um grande cliente para tecnologias avançadas de drones. Drones terrestres e aéreos estão sendo rapidamente incorporados na agricultura para a avaliação da saúde das colheitas e a análise de plantio e irrigação.

Os drones ganharam popularidade devido à sua facilidade de uso. Eles economizam tempo e, se incorporados ao mapeamento GIS, podem auxiliar no aumento da produtividade. Resumindo, os drones são a forma mais procurada de conduzir uma reforma de alta tecnologia da agricultura com coleta e processamento de dados em tempo real. Por exemplo, os agricultores podem escolher a altitude e a resolução do solo para decidir de qual parte do campo eles desejam que os dados sejam coletados. Assim, eles podem melhorar o plantio e obter insights, como previsão de produção e altura das plantas.

Monitoramento de rebanhos: os dispositivos IoT ajudam os fazendeiros a coletar informações sobre seus rebanhos, incluindo sua localização, saúde e bem-estar. Desta forma, os agricultores podem separar os animais doentes de um rebanho e prevenir a propagação de doenças. Com o uso de dispositivos IoT, os fazendeiros podem localizar seu gado e reduzir os custos de mão de obra. Além disso, existem sensores que determinam se uma vaca grávida está prestes a dar à luz, já que o sensor informará o pessoal quando a bolsa estourar. As coleiras inteligentes são agora amplamente utilizadas para monitorar a saúde dos animais e reunir informações sobre a nutrição de cada vaca. Os dados coletados podem ser analisados ​​e a localização do rebanho pode ser monitorada continuamente.

Estufa inteligente: a IoT oferece uma maneira elegante para as estações meteorológicas instaladas em uma estufa ajustar automaticamente as condições climáticas de acordo com um determinado conjunto de instruções. Com a adoção da tecnologia IoT em estufas, os agricultores podem eliminar a intervenção humana e tornar o processo mais econômico e preciso. Por exemplo, sensores IoT alimentados por energia solar podem reunir e transmitir dados em tempo real para monitorar estufas em todos os momentos. Com os dispositivos IoT, a irrigação inteligente pode ser realizada para que os agricultores possam monitorar e controlar o consumo de água usando um smartphone. Além disso, os agricultores podem monitorar outros parâmetros, como umidade, pressão, temperatura e condições de iluminação das lavouras.

Vantagens e desvantagens da IoT na agricultura

Conectividade e segurança na Internet: Se um sistema estiver conectado à Internet, sempre existe o risco de hacking e roubo cibernético. Portanto, os sistemas IoT e os dispositivos de monitoramento, como drones, devem ter um processo de autenticação bidirecional e registros de login do funcionário para proteção. Além disso, a conectividade representa um desafio para o uso da tecnologia IoT, e uma região em desenvolvimento na qual uma conexão forte com a Internet não está disponível não pode colher todos os benefícios da tecnologia. Como a maioria das fazendas está em locais remotos, esse fator de conectividade desempenha um papel importante na integração perfeita da IoT na agricultura.

Redução de custos e automação: uma das principais razões pelas quais a IoT está sendo rapidamente adotada na agricultura é a redução significativa nos custos de mão de obra que ela permite. Como a IoT traz automação em cada etapa do caminho, os agricultores não precisam mais de centenas de trabalhadores. Em vez disso, eles podem fazer um investimento único em dispositivos autônomos e em uma plataforma centralizada com a qual todos os dispositivos IoT podem ser monitorados.

No mundo IoT, vários sensores, medidores e máquinas autônomas podem ser interconectados em uma fazenda usando uma rede celular ou Bluetooth. Assim, os agricultores precisam estabelecer uma infraestrutura forte para oferecer a conectividade perfeita que esses dispositivos exigem. Uma vez que a infraestrutura é estabelecida, um farm pode adicionar quantos dispositivos IoT forem necessários para otimizar recursos e utilizar a IoT com eficiência máxima.

Melhoria da qualidade: A demanda por alimentos de qualidade aumentou em todo o mundo. As pessoas esperam mais dos agricultores e rejeitam um produto se ele não estiver de acordo com seus padrões. Para entregar produtos de qualidade, a IoT pode ser bastante promissora na agricultura. Pesquisadores em todo o mundo têm trabalhado para desenvolver um número crescente de produtos de IoT para melhorar a qualidade da produção de uma fazenda. Além do mais, os participantes do mercado têm investido uma enorme pilha de dinheiro e estão em uma corrida para lançar soluções de cultivo de IoT mais inteligentes e eficientes.

Por exemplo, a Arable, um player líder de mercado em tecnologia IoT, oferece novas maneiras para os agricultores tirarem proveito de sensores avançados, aprendizado de máquina e redes sem fio para aumentar o crescimento da safra. A empresa lançou seu novo sensor Mark 2, um dispositivo de ponte de integração de sensores e um novo aplicativo móvel, bem como Arable Open, uma interface de programação de aplicativo personalizável que seus parceiros podem usar.

A adoção de ferramentas de IoT, como monitores de solo e estações meteorológicas, ofereceu aos agricultores uma maneira de controlar os processos gerais de uma plantação, que incluem o cultivo, a criação de gado e o monitoramento da saúde. A IoT tornou a agricultura mais previsível, lucrativa e eficiente. O uso dessa tecnologia na agricultura está mudando a maneira como os agricultores utilizam seus recursos. Os dispositivos IoT ofereceram mais do que apenas monitoramento contínuo de safras e gado – eles reduziram custos, aumentaram a eficiência dos negócios e ofereceram transparência completa na cadeia alimentar.

Cada vez mais as pessoas são influenciadas pelos benefícios da IoT no setor agrícola, e a tecnologia em breve será considerada uma necessidade para quem deseja permanecer na competição e oferecer produtos de qualidade para seus clientes. Abraçar a IoT na agricultura pode ser a melhor coisa que um agricultor pode fazer para obter um nível de controle sem precedentes em todos os parâmetros da terra.

Swamini Kulkarni é bacharel em engenharia de instrumentação e controle pela Pune University e trabalha como redator de conteúdo na Allied Market Research. Ela é profundamente fascinada pelo impacto da tecnologia na vida humana e adora falar sobre ciência e mitologia. Quando Swamini não está colada ao computador, ela adora ler, viajar e sonhar acordada com suas áreas de interesse.

- PUBLICIDADE -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here