Startups vão promover inovação na indústria alimentícia

É o que pretende a Tetra Pak, por meio de seu programa de aceleração de startups, cujas inscrições já estão abertas

IoP Journal

Com o objetivo de conectar as demandas do mercado consumidor com a indústria de alimentos e bebidas, a Tetra Pak está com inscrições abertas para o seu programa de aceleração de startups: o Startup Tetra Pak. A iniciativa busca identificar empresas que estejam desenvolvendo produtos alimentícios que respondam às novas demandas do mercado consumidor brasileiro e que se destaquem por terem proposta inovadora.

O programa de aceleração está focado em startups que estejam trabalhando com propostas inovadoras de produtos e que atendam às novas demandas do consumidor em mercados como os de bebidas vegetais, bebidas de alto valor agregado, enriquecidas com determinados nutrientes, etc. A ideia é acelerar o lançamento de produtos nas gôndolas, não necessariamente com a incorporação de novas tecnologias na embalagem.

Os projetos acelerados serão aqueles que se diferenciam em termos de formulação ou que entreguem algum diferencial ao consumidor, como bebidas com alto valor nutricional ou maior valor agregado. No último ano, por exemplo, a indústria de alimentos investiu no lançamento de produtos capazes de aumentar a imunidade e em bebidas que priorizam em sua formulação ingredientes de origem vegetal.

Embalagens Tetra Pak

O programa de aceleração é realizado em parceria com uma plataforma de inovação que conecta grandes corporações a startups de diferentes setores. O programa busca acelerar negócios que já estejam em desenvolvimento, mas que ainda possam ser impulsionados, ou projetos embrionários que ainda precisem de amadurecimento.

Essa é a segunda chamada do programa de aceleração – a primeira ocorreu em janeiro, com a seleção de cinco startups. Em parceria com consultores da Tetra Pak, as empresas selecionadas estão desenvolvendo formulações e estratégias de negócios focadas no mercado brasileiro. A previsão é que novos produtos, frutos da primeira onda de aceleração, cheguem às gôndolas ainda neste ano.

No Brasil e no mundo, a Tetra Pak apoia fabricantes de alimentos e bebidas no desenvolvimento de novos produtos, fornecendo soluções integradas que vão desde consultoria de mercado até a entrega de equipamentos de processamento e envase utilizados na fabricação de alimentos e bebidas.

“Independentemente da etapa de desenvolvimento do projeto, a Tetra Pak possui um time de profissionais especializados e infraestrutura própria para dar suporte às startups aceleradas. Da definição do conceito, passando pela construção de uma nova marca e até a formulação e modelo de processamento, a Tetra Pak tem capacidade para apoiar no desenvolvimento de novos projetos”, explica Luis Antonio Kuhl, diretor de vendas e novos negócios da Tetra Pak Brasil.

A primeira onda do programa de startups da Tetra Pak ocorreu em janeiro. Dentre as empresas aceleradas estão fabricantes de bebidas alcoólicas (Babuxca), chás (Inovamate), bebidas base vegetal (Fresco), com alto teor de proteína (Mother) e alimentos focados em nutrição infantil (Pic-Me).

As empresas participando da aceleração estão utilizando a estrutura do Centro de Inovação ao Cliente (CIC), da Tetra Pak, para realizar testes e ajustes em seus produtos. Em virtude da pandemia de Covid-19, o programa está mesclando encontros remotos e presenciais, seguindo protocolos de segurança e respeitando o fechamento de atividades determinado por autoridades locais.

Encerrado o processo de mentoria, os produtos serão processados e envasados em fábricas operando no sistema de copacking. O modelo prevê a cessão de espaço de uma fábrica existente para um produtor que ainda não tenha unidade própria de produção ou capacidade para ampliar a sua operação.

A Tetra Pak trabalha com copackers em diferentes regiões do país, sendo uma facilitadora ao conectar fabricantes com essas unidades de produção. Todos os copackers parceiros da companhia operam com máquinas de processamento e envase fornecidas pela Tetra Pak.

Nos últimos anos, a Tetra Pak tem direcionado esforços para a atração de parceiros em novos segmentos do setor de alimentos e bebidas. Do total de novos clientes atraídos pela companhia em 2020, cerca de 30% se enquadram no modelo de operação de startups.

“Nosso programa local de aceleração visa responder às latentes demandas do consumidor final e, por consequência, aos desafios da indústria alimentícia. A ideia é que possamos unir forças às empresas aceleradas para levar ao mercado soluções inovadoras e relevantes que se conectem às necessidades do consumidor brasileiro”, explica Kuhl.

- PUBLICIDADE -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here