Presidente da Zebra revela crescimento da RFID no Brasil

Vanderlei Ferreira falou com exclusividade ao IoP Journal sobre o cenário brasileiro de RFID e como está sendo impactado pela pandemia de Covid-19

IoP Journal

O mercado de identificação por radiofrequência (RFID) está em plena expansão no Brasil, inclusive devido ao crescimento pelo qual o e-commerce vem passando, especialmente estimulado pela pandemia de Covid-19. As informações fazem parte da entrevista exclusiva que Vanderlei Ferreira, presidente da subsidiária brasileira da Zebra Technologies, concedeu nesta quarta-feira, dia 23 de setembro de 2020, ao IoP Journal Brasil.

O cenário brasileiro de RFID integrará o painel de discussões “RFID & IoT in Brasil” (IoT do inglês, Internet das Coisas), a ser realizado na semana que vem, no RFID Journal Virtually LIVE! Os interessados em participar do painel na quinta-feira, dia 1º de outubro, das 14h00 às 15h00 (horário de Brasília), devem se inscrever no RFID Journal Virtually LIVE! e clicar no link do Grupo de Discussão (em língua portuguesa). A conversa será coordenada pelo jornalista Edson Perin, editor do IoP Journal Brasil. O evento completo RFID Journal Virtually LIVE! será entre os dias 30 de setembro e 1º de outubro.

Assista à íntegra da entrevista com Vanderlei Ferreira, presidente da Zebra Brasil:

Outro ponto alto do evento RFID Journal Virtually LIVE! para o Brasil será a palestra, em inglês, do editor do IoP Journal Brasil. “Como em todos os anos, terei este espaço para falar de inovações e oportunidades de negócios no evento”, afirma Edson Perin. “Desta vez, abordarei as oportunidades que há para o mundo RFID no mercado que chamamos de Internet of Packaging, que engloba as embalagens inteligentes (Smart Packaging) e as cadeias de suprimentos cada vez mais inteligentes e ativas”. Para assistir à palestra Breakthroughs in Smart Packaging: Revolutionizing the Link Between Manufacturers and Consumers, você deve se inscrever no evento (clique aqui).

Retornando o foco para a Zebra, a companhia traçou sete fatores que devem ser considerados na hora de comprar uma impressora de etiqueta comercial. Como primeiro passo, cada cliente deve determinar suas reais necessidades e avaliar as opções disponíveis no mercado. Além disso, é importante observar três questões: por que comprar uma impressora desse tipo?  Onde ela será utilizada? E qual a real finalidade?

Se a empresa estiver em busca de otimizar as suas operações, tornando-as mais produtivas, ou se está iniciando um processo de digitalização interna – a fim de contar com maior visibilidade e rastreabilidade em tempo real -, a compra deste tipo de equipamento está correta. E então, a partir de agora, é fundamental contar com fornecedores especializados que orientarão cada etapa do processo – escolha, instalação e uso. Estes profissionais auxiliam também na identificação correta das necessidades da empresa – pode ser uma impressora industrial, de mesa, ou ainda uma impressora de cartões de identificação pessoal.

Uma vez que essas perguntas forem esclarecidas, outros aspectos devem ser analisados para alcançar uma estratégia bem-sucedida e que atenda aos objetivos definidos inicialmente. A Zebra Technologies compartilha alguns pontos que podem ajudar neste caminho, confira abaixo:

1. Implementação rápida

O tempo é um recurso que não pode ser recuperado, por isso, se a escolha for por um computador de configuração fácil e conexão simples a um dispositivo móvel, os processos a serem corrigidos terão retorno e melhora rápidos. Neste caso, a impressora escolhida deve oferecer um aplicativo que oriente a configuração passo a passo, sem a necessidade de conhecimento técnico específico.

2. Facilidade de uso

Quando se fala em um equipamento “fácil de usar”, deve-se entender como ‘menos frustração e menos perda de tempo. Neste caso, é recomendável optar por impressoras que usam pontos de toque codificados por cores e que incluem diagramas internos; dessa forma, mesmo um iniciante pode fazer a sua manutenção e uso correto. Além disso, é importante prestar atenção aos componentes, como botões de ajuste de pressão da cabeça de impressão e sensores de suprimento, além de verificar se eles foram projetados para simplificar a operação. E claro, vale pesquisar vídeos ou bons canais de suporte na internet para resolver eventuais erros rapidamente.

3. Gerenciamento de dispositivos sem esforço

Uma impressora de etiqueta comercial deve contar com um dispositivo que possa ser monitorado e atualizado pela internet, o que significa economia de tempo. Além disso, o acesso remoto oferece ainda uma visão imediata do status de desempenho da impressora, garantindo maior tempo de atividade. Este dispositivo também permite verificar se a impressora oferece uma conexão criptografada com a nuvem para que possa ser conectada de maneira direta e segura aos aplicativos executados nela.

4. Contabilidade e suporte

Além de garantir que a impressora foi projetada para resistir a sujeira, poeira, calor, frio e umidade, é vital compreender as opções de manutenção e suporte. A consideração de impressoras com suporte de organizações global confiáveis ​​pode melhorar o fluxo de trabalho. O ideal é comprar equipamentos que não requeiram ferramentas para substituir peças com defeito, ou que permitam substituir facilmente as mesmas peças usadas.

5. Flexibilidade em face das mudanças

A tecnologia está em constante evolução, assim como as necessidades de impressão, por isso, é muito comum nos dias de hoje o uso do código de barras. Num futuro próximo, muito provavelmente, o uso do RFID será necessário. É por isso que é importante investir em uma impressora foi projetada para se adaptar às mudanças e que permite que adicionar novos recursos. A inclusão de slots, por exemplo, é muito benvinda, uma vez que poderão ser adicionadas novas portas de comunicação. Também é útil escolher uma impressora que ofereça opções de gerenciamento de suprimentos (por exemplo, um cortador ou separador de etiquetas) que possa ser instalada no campo ou que tenha um bom ecossistema de acessórios para aprimorar a experiência do usuário.

6. Segurança integrada

O aumento do número de dispositivos conectados faz com que haja cada vez mais pontos de acesso à infraestrutura da organização, e o mesmo acontece com as impressoras. Portanto, o fortalecimento da segurança é fundamental. Impressoras que oferecem camadas profundas de segurança integrada, desde criptografia a ferramentas preventivas e medidas proativas, podem ser usadas para proteger os sistemas.

7. Qualidade de suprimentos

Seja para uma impressora industrial, de mesa ou uma impressora de cartões de identificação, é importante ter os suprimentos certos que não gerem custos elevados e que garantam qualidade de impressão, durabilidade e desempenho de leitura, reduzindo o desgaste das cabeças de impressão.

Por último, segundo a Zebra, a marca deve ser considerada. Escolher um parceiro de negócios que tenha uma reputação consolidada no segmento de impressoras de alta qualidade pode fazer a diferença e oferecer confiabilidade. Alguns fornecedores oferecem várias marcas e outros trabalham com um único fabricante. Recomenda-se escolher um fornecedor que dedique tempo para entender totalmente suas necessidades e que ofereça as soluções adequadas.

Seja para uma grande empresa ou uma startup, no contexto atual e com níveis crescentes de demanda, as empresas devem pensar em investir na tecnologia que trará maior vantagem competitiva. Tomar a decisão certa contribui para economizar tempo e custos no gerenciamento, reparo ou solução de problemas. Por isso, é importante comprar uma impressora de etiquetas de negócios que permita atingir os objetivos de negócios e sem grandes contratempos.

- PUBLICIDADE -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here