Desmistificando outro boato bizarro

Teoria da conspiração viralizou envolvendo Bill Gates, Anthony Fauci, George Soros, Jeffrey Epstein, a empresa de biotecnologia Moderna e RFID. Não acredite!

Rich Handley

O ano de 2020 certamente será memorável nos livros de história. Não apenas a Covid-19 mas os protestos Black Lives Matter contra a brutalidade policial, a violência alimentada pela supremacia branca, o culminar do Brexit no Reino Unido e uma das eleições mais vistas da história dos Estados Unidos (EUA) dominam as manchetes. Sem falar nos desastres naturais desde o ano, que incluem terremotos, ciclones, furacões, inundações, incêndios florestais e até infestações de gafanhotos.

Quando até o conceito aterrorizante de vespas assassinas gigantes passa a ser apenas uma nota de rodapé, alguns meses após tudo isso, você sabe que está sendo um ano difícil. Portanto, não é surpresa, em um clima de notícias tão maluco, que as pessoas precipitadamente acreditem e disseminem teorias bizarras de conspiração, independentemente de terem ou não alguma fundamentação real. O último boato envolve a tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) – mas, por favor, não acredite em nenhuma palavra.

rich handley
Rich Handley

Em toda a pandemia, a empresa de biotecnologia Moderna e outras empresas têm trabalhado para desenvolver vacinas que poderiam aliviar ou eliminar o coronavírus. Essas empresas coordenaram seus esforços com o Dr. Anthony Fauci, especialista em epidemias e imunologista altamente respeitado do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA. Os esforços de Fauci para impedir que os programas de coronavírus do governo norte-americano saiam dos trilhos e instar as pessoas a usar máscaras, apesar de políticos de alto escalão se recusarem a fazê-lo, ganharam muitos elogios diante das adversidades. E, no entanto, uma recente notícia falsa e de disseminação viral baseada em texto vinculou Fauci e Moderna com o co-fundador da Microsoft Bill Gates, o agressor sexual Jeffrey Epstein, o financiador filantrópico George Soros e outros – a RFID foi incorporada à mistura.

De acordo com um artigo publicado no Snopes em 1º de agosto, o texto, que alegava que a Moderna conspirou com os indivíduos acima contra o bem público por razões nefastas, realmente se originou como uma paródia explícita de teorias ridículas da conspiração, ilustrando quão mal escrito e infundados tendem a ser. Isso, no entanto, não impediu que se tornasse viral de qualquer maneira, nem impediu as pessoas de aceitar a reivindicação, apesar de tola e exagerada.

O texto diz: “A vacina que está chegando… Como muitos de vocês ouviram, a Moderna está no estágio 3 de seus testes da vacina. Se tudo der certo, haverá uma lei federal para obter a vacina. Aqui está algo que muitos de vocês não sabem: adivinhem quem foi o primeiro CEO da Moderna? Um graduado em Cornell com o nome de Anthony Fauci, que era colega de quarto de ninguém menos que Bill Gates. Você está prestando atenção? Foi na Cornell que Bill Gates projetou a RFID (identificação por radiofrequência) e a patenteou. Agora, vamos realmente descer para a toca do coelho. A Moderna era uma empresa farmacêutica que começou na Alemanha sob o nome de IG Farben, famosa por sua produção em massa de Zyklon-B, o gás primário usado após a queda da Alemanha, a IG Farben foi dissolvida e seus ativos vendidos por um nazista que se tornou americano com o nome de George Soros. Soros renomeou a empresa como Moderna e quem era o principal acionista de Moderna até sua morte? Jeffrey Epstein. Na Moderna, ele fez sua fortuna e estabeleceu suas conexões. Acorde as pessoas! Você está sendo condicionado e controlado”.

Agora, caso algum leitor do RFID Journal esteja entre os que estão presos, deixe o escritor de Snopes, David Mikkelson, deixar suas preocupações de lado. Como seu artigo explicou, o texto era claramente uma piada, já que muitos de seus argumentos são comprovadamente falsos, mesmo com pesquisas mínimas. Fauci nunca foi o CEO da Moderna, nem foi para a faculdade com Gates, que frequentou uma universidade diferente (não Cornell) uma década depois que Fauci terminou a faculdade de medicina. Além disso, Soros não “dissolveu” a IG Farben, nem era nazista – ou mesmo alemão – e era apenas uma criança durante a Segunda Guerra Mundial. E embora Epstein estivesse envolvido em atividades desprezíveis antes de sua morte, em circunstâncias altamente questionáveis, ele não era o principal detentor de ações da Moderna.

A parte RFID do texto é a que mais importa para os nossos propósitos. Como Snopes observou corretamente (e como muitos de vocês já sabem), Bill Gates não projetou nem patenteou chips de identificação por radiofrequência. “A primeira dessas patentes foi retirada em 1973 por Mario Cardullo”, explicou o site, “e o número da patente fornecida no texto da mensagem (US2006257852) na verdade aponta para uma patente relacionada ao coronavírus da síndrome respiratória aguda grave (SARS) em vez de qualquer tecnologia RFID”. O próprio Cardullo, em um artigo de 2003 para o RFID Journal, discutiu como teve a ideia em 1969. Em 1973, Gates tinha apenas 18 anos – na verdade, só havia se matriculado na faculdade no mesmo ano.

Então, aí está. Os teóricos da conspiração têm alvejado a RFID por anos e essa história em particular é falsa. Gates, Fauci, Epstein e Soros têm sido notícia ultimamente, assim como a RFID, os esforços de desenvolvimento de vacinas e a Moderna, tornando-os peões principais para dar um nome à paródia. Para que uma conspiração ocorra rapidamente, as massas precisam reconhecer os jogadores envolvidos e, nesse sentido, os brincalhões fizeram seu trabalho. Lamentavelmente, o resultado foi que a piada gerou manchetes negativas para RFID, Gates e Fauci em um momento em que todos os três são vitais para atravessarmos a pandemia com segurança.

Enquanto isso, os nazistas andam de mãos dadas com as teorias da conspiração desde que surgiram as primeiras alegações de que Adolf Hitler havia falsificado sua morte e escapado para a Argentina com Eva Braun, onde viveram felizes para sempre em segredo. Como demonstrado por inúmeros filmes e programas de TV, os nazistas são os frutos mais baixos à espera de serem colhidos (desculpe, Indiana Jones), então naturalmente foram jogados no texto da farsa. Mas os nazistas, as figuras públicas acima mencionadas e a RFID não estão conectados em uma cabala secreta e sinistra que domina a humanidade, nem a RFID está sendo usado para condicionar ou controlar a população. A única coisa que falta nessa paródia é um plano extraterrestre para dominar a Terra – uma Terra plana, é claro. Passe o chapéu de papel alumínio, por favor.

Rich Handley é editor-gerente do RFID Journal. Rich é autor, editou ou contribuiu para vários livros sobre cultura pop e, também, é o editor da Star Trek Graphic Novel Collection da Eaglemoss.

- PUBLICIDADE -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here