Companhia holandesa garante autenticidade de leite na China

A Friesland Campina adotou uma solução com QR Codes da Kezzler para controlar toda a cadeia de suprimentos do leite que exporta para o mercado chinês

Edson Perin

A Friesland Campina, cooperativa multinacional holandesa de laticínios, adotou uma solução com QR Codes da Kezzler para rastrear os produtos que exporta para a China e garantir sua autenticidade. A solução foi apresentada durante o World Congress 2019 da Active and Intelligent Packaging Industry Association (AIPIA), em Amsterdã, Holanda.

De acordo com Hans Wessels, gerente de projetos da Friesland Campina, o uso do que chama de códigos unificados da Kezzler para controlar o leite desde a produção na fazenda até o consumidor final é o principal objetivo da companhia, interessada em garantir a transparência de todo o processo de supply chain até o consumidor final.

Da esq. para dir.: John Beerens, CSO da Kezzler; Hans Wessels, gerente de projetos sênior da FrieslandCampina; e Rob van Stek, gerente de projetos da FrieslandCampina

“Rastrear os produtos da Friesland Campina garantiu flexibilidade”, disse Rob van Stek, outro gerente de projetos da Friesland Campina responsável pelo projeto. “Decidimos buscar no mercado uma solução que pudesse resolver os problemas que já haviam sido identificados e, assim, controlar a Supply Chain”.

Uma das vantagens da solução apontadas pelos executivos da Friesland Campina está na facilidade de interagir com os sistemas existentes das empresas chinesas, com escalabilidade. Agora, depois da implantação, a companhia busca uma maior integração com os fornecedores e com os clientes. “Maior transparência é um dos ganhos na cadeia de suprimentos”, reforça Wessels. A Russia também integra o mercado da Friesland Campina.

Assista ao vídeo abaixo:

- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui