Authentic Feet controla estoque Nike com RFID

A fabricante de calçados esportivos já envia os produtos com as tags de identificação por radiofrequência, o que automatizou o controle de 60% dos estoques da loja.

Por Edson Perin

A loja de calçados esportivos Authentic Feet, do grupo Xambre, automatizou o controle da maior parte de seus estoques com uma solução de identificação por radiofrequência (RFID) da iTag Etiquetas Inteligentes. O fator facilitador foi o uso de tags RFID nos calçados fornecidos pela Nike, que representa cerca de 60% dos estoques da loja.

Segundo Leonardo Xambre, CEO da Authentic Feet, a implantação bem-sucedida elevou os níveis de exigência operacional dos times e melhorou o controle de inventário, especialmente, dos produtos Nike. “Com a iniciativa da Nike de enviar seus produtos todos etiquetados com RFID, tivemos a ideia de aproveitar essa oportunidade para controlar seus produtos em estoque com a mesma tecnologia”.

Fachada de loja da Authentic Feet
Fachada de loja da Authentic Feet

Os resultados são satisfatórios, explica ele, já que por meio da tecnologia foi possível fazer o controle de entrada e saída de forma rápida nos estoques. “Outro ponto positivo será o próximo passo do projeto, que prevê o controle de ruptura dos produtos na área de venda, já que 60% dos calçados das lojas são da marca Nike. Assim, será possível fazer o controle da exposição dos itens com mais eficiência”, completou.

Desde março de 2019, a RFID está sendo utilizada nos processos de inventário de estoque e vendas, e no recebimento e conferência dos produtos em loja. O padrão GS1 utilizado nos produtos é o EAN13, com codificação SGTIN-96/EPC Gen 2.

“Para utilizar essa padronização, a iTag desenvolveu uma ferramenta que faz a conversão do EPC em EAN13 para realizar o apontamento do produto no momento da entrada da mercadoria via coletor de dados”, explica Sérgio Gambim, CEO da iTag.

“O projeto visa a se estender a todas as filiais da Authentic Feet, inicialmente com os produtos Nike, graças ao uso de tecnologia de ponta não só em seus calçados como também em seu processo logístico, com seus representantes”, afirma Gambim. “Atualmente o processo com RFID está bem ajustado para recebimento e inventário”.

Leonardo Xambre, da Authentic Feet

A Nike envia a nota fiscal com o EAN13, no XML, e o sistema da Authentic Feet integrado com o iTagAlert 2.0 completa o recebimento via coletor RFID, apontando as divergências, caso haja, e enviando a informação para integrar o estoque em tempo real. O processo de inventário utiliza o coletor Zebra Technologies RFID 8500 integrado com o ERP e com o iTagAlert 2.0, que faz a seleção dos produtos a serem localizados.

“Como o código RFID é único, nós podemos fazer a tratativa sem problemas apontando tudo o que temos de divergência ou o que está faltando ser exposto na área de venda”, aponta Xambre. “Os próximos passos do projeto serão utilizar as etiquetas RFID para fazer venda e transferência entre as filiais via RFID, fazendo com que o controle seja muito melhor e mais ágil”.

As tags utilizam tecnologia da fabricante de semicondutores e de hardwares RFID Impinj, que fornece o chip Monza R6. Além do coletor RFID 8500, a Zebra também está em uso o interrogador ZD500r.

Dentre os ganhos apontados pelo projeto estão a agilidade no inventário e na localização dos produtos; validação do estradas e saídas dos produtos pelo código único da RFID e fácil integração com o sistema por conta de o código ser no padrão SGTIN-96/EPC GEN 2, da GS1.

- PUBLICIDADE -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here